quinta-feira, 16 de maio de 2013

Amor é para sempre?

“Não é a toa que precisamos ser entendidos para se sentir amados. Através de um bom diálogo nasce um novo amor. Através de uma discussão morre um antigo amor.” – Christopher Duarte. 


A hierarquia de sentimentos nunca foi tão minuciosa quando mencionava o nome amor, estavam sempre com dúvidas quando decidiam falar sobre sua situação. Era trágica e ao mesmo tempo adorável. Era amarga e ao mesmo tempo doce. Era longa e ao mesmo tempo curta. Era e ainda é, indecifrável. Entretanto, sempre visaram no amor sua capacidade de mudar o humor e as atitudes dos que se deliciavam de sua doce taça de “tudo com nada”. 
Pois bem, a vida sempre deu belas rasteiras naqueles que acreditaram em seu pacto de amizade e fizeram do amor uma figura idolatrada, sem erros, única e inconfundível. Não estavam errados, pois o amor exatamente visa adquirir formas que até hoje são discutidas com cautela entre quatro paredes entre os amantes do século XXI. Tudo para se chegar a um acordo que exponha uma ligação entre os dois e leve esse relacionamento por mais um bom tempo adiante. 
Eis que cheguei ao ponto crítico da situação. Amor é para sempre? Sim, amor é para sempre. Agora se a pergunta for: Amor é para sempre para com uma determinada pessoa? Talvez. Amor é para sempre para todos que conhecemos e nos rodeiam? Não. Esse é o “x” da questão. Amor é um modo que o corpo humano usa para demonstrar o quanto aquela pessoa é especial, mas logicamente que passa do físico e se torna sentimental. 
Um piano por mais que seja bem tratado e cuidado um dia desafina. Você irá jogá-lo fora ou irá mandar afiná-lo? Pois bem, com o amor é a mesma situação, com o passar dos anos o amor vai ganhando novas formas, vai crescendo e se tornando algo concreto, e por ironia do destino, algo ocorre e abala a relação entre vocês, você decide abandonar esse sentimento de tantos anos, ou perdoar e seguir em frente? 
Acredito que a resposta dessa pergunta para muitas pessoas não será igual a do piano. Atualmente está mais fácil dar amor a animais de estimação e objetos materiais do que as próprias pessoas que nos cercam. Está tudo se tornando uma bola de neve, onde criamos um vínculo nas redes sociais e na vida real ignoramos as pessoas que nos rodeiam. Está tudo perdido. Amor é um termo que nunca teve definição sobre o que realmente ele é, mas atualmente nem está tendo definição do que ele significa. Triste, mas é a realidade. 
Agora sim posso afirmar com clareza, amor nem sempre é para sempre. A meu ver, o amor nunca acaba. Se acabasse, como uma pessoa poderia deixar de amar uma e começar a amar outra? O amor é algo que vem de dentro e transborda para fora, podemos simplesmente escolher em quem ele transbordará (sendo assim, em um relacionamento, onde o namorado larga de sua namorada e diz não ama-la, não significa que ele deixou de amar. Ele ainda ama, mas não ama mais sua namorada, agora esse amor ele automaticamente irá transferir para outra pessoa e passará a ama-la. Lembrando novamente, ele nunca deixou de amar) ou em quem ele será poupado de ser usado. 
Mas lembre-se, sua família, amigos e parentes sempre estarão ao seu lado e será a base para que você construa um amor sólido e concreto, construindo sua própria hierarquia sentimental. Agora eu te pergunto, amor é para sempre?

Nenhum comentário:

Postar um comentário